-

Todas as maravilhas da enigmática civilização Inca.

O Peru é um dos destinos mais procurados da América Latina devido ao legado da civilização inca em sua cidade mais famosa, Cusco, que abriga as ruínas da lendária Machu Picchu, hoje é considerada Patrimônio Histórico da Humanidade. O país possui uma população multiétnica formada em sua maioria por indígenas. Além da "cidade secreta" sobre a "Grande Montanha", o Peru possui vários outros locais que irão fascinar os turistas, como Arequipa, Lago Titicaca, Nasca e Puno. É um dos países que possui as maiores variedades de microclima de todo o planeta.

LOCALIZAÇÃO

População: 30.769.077 | Fuso horário: 0:00 | Localização: América do Sul

camera

FOTOS DO DESTINO

videoVÍDEO DO DESTINO

PACOTE PROMOCIONAL

PRINCIPAIS CIDADES | Peru

pontos-turisticos

Lima

Lima é a capital e maior cidade do Peru e está localizada nos vales dos rios Chillón, Rímac e Lurín, sendo margeada pelo Oceano Pacífico na parte central do país. Mesmo sendo o centro econômico do país e respondendo por 70% das indústrias, Lima possui dezenas de museus interessantes e o seu centro histórico possui locais que não devem ser deixados de lado pelo turista, como, por exemplo, a Plaza de Armas ou Plaza Mayor, a Catedral, o Palácio do Governo e o Complexo de San Francisco, incluindo a igreja, o monastério e as tumbas. Próximo ao centro, a apenas 40km, você poderá visitar as ruínas de Pachacámac, com suas diversas pirâmides, templos e a praça Huaca Pucllana.



Cusco

A palavra Cusco significa "umbigo" em quíchua, língua indígena local. No passado, foi o centro administrativo e cultural mais relevante do Império Inca. Está localizada ao sudeste do Vale Sagrado dos Incas, ou vale do Huatanay, na região dos Andes, a uma altura surpreendente de 3.400 metros. Para quem visita o Peru, representa o principal destino turístico, pois é de lá que saem as expedições rumo às ruínas da cidade de Machu Picchu.



Arequipa

Arequipa é uma cidade ao sul do Peru, localizada a 2.300 metros de altitude, ao longo de uma área de oásis localizada em um vale de montanhas desérticas na cordilheira dos Andes. Seu centro histórico é considerado o mais belo de todo o país, integrando as características do povo local com a influência europeia. As atrações turísticas incluem a Plaza de Armas, a Igreja Catedral de La Compañía, no centro histórico da cidade, o Convento de Santa Catalina, datado de 1580, e o convento franciscano de La Recoleta, próximo do rio Chili.



Machu Picchu

Principal destino do Peru, Machu Picchu, também conhecida como a "cidade perdida dos Incas", é uma cidade pré-colombiana, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba. Considerada uma das sete maravilhas do mundo, o "umbigo do mundo" - significado do seu nome em Quíchua - pode ser considerada a maior mostra ao ar livre de arquitetura paisagística do mundo, sendo indispensável para aqueles que pretendem reecontrar o passado arqueológico da enigmática civilização Inca.



Ollantaytambo

Ollantaytambo é uma obra monumental da arquitetura Inca. É a única cidade da era Inca no Peru que ainda é habitada. Em seus palácios vivem os descendentes das casas nobres de Cusco. Os pátios ainda mantem sua arquitetura original. Na atualidade, é um povoado, capital do Distrito de Ollantaytambo na província de Urubamba. É um dos pontos de partida do caminho a Machu Picchu.



Paracas

Paracas está situada a 250 km ao sul de Lima. É uma pequena cidade pré-Inca e possui uma bela enseada repleta de atrações próximas, como a Reserva Nacional de Paracas, as Ilhas Ballestas e muitas outras opções de esportes de aventura, como passeio de buggie e sandboard nas dunas de Paracas. Para aventuras mais amplas também há a opção de sobrevoar as linhas de Nazca, partindo do aeroporto de Pisco, a apenas 15 minutos de distância a partir desta baía.



Pisac

A apenas 33 quilômetros de Cusco, no Peru, encontra-se o sítio arqueológico de Pisac ou Pisaq, uma das ruínas mais importantes do Vale Sagrado dos Incas. Ali, é possível conhecer de perto o observatório inca e arquitetura pisac em uma extensão de quatro quilômetros quadrados. Em Pisac, o turista pode assistir à uma missa em quíchua em meio aos indígenas locais e visitar as plataformas, aquedutos, muralhas, fachadas e cemitérios que compõe todo o sítio arqueológico. Entre as atrações locais, não deixe de visitar as Torres ou Pucaras, o Bairro do Intiwatana, Tianayuc, K'allaQ'asa e Qanchis Raqay.



Nazca

Nazca está situada no centro-sul do Peru, na província de mesmo nome. A cidade fica na margem direita do Rio Aja, um afluente do Rio Grande e está localizada a 450Km de Lima. Nazca é mundialmente conhecida pelas famosas Linhas de Nazca, geóglifos e linhas direitas no deserto Peruviano, feitas pelo povo Nazca entre 200 a.C. e 600 d.C. As linhas são até hoje um mistério para arqueólogos, estudiosos e também místicos em geral.



Wiñay Wayna

Wiñay Wayna é um sítio arqueológico situado bem próximo a Machu Picchu e também faz parte dos caminhos incas. Suas ruínas consistem em aglomerados de casas superiores e inferiores, interligadas por uma escada longa e íngreme. Wiñay Wayna também significa "eternamente jovem" na língua local Quecha. Estando em Wiñay Wayna é possível ter uma bela vista para o rio Urubamba.



Pacaymayo

O Vale de Pacaymayo é um dos locais que fazem parte da trilha dos caminhos incas. O vale fica nas margens do rio Pacaymayo e é um dos pontos ideais para se acampar. Além disso, lá encontram-se também as Ruínas de Pacaymayo, pequeno monumento de um antigo acampamento inca.



Wayllabamba

Wayllabamba é uma pequena aldeia localizada nas trilhas incas, em Cusco. A aldeia é mais um local de passagem para quem está fazendo a trilha para conhecer as ruína incas. De Wayllabamba também pode-se ter belas vistas para as incríveis montanhas da região.



Iquitos

Capital da Amazônia Peruana, Iquitos é conhecida por ser a cidade mais populosa que não pode ser alcançada através de rotas terrestres. Possui o mais importante porto fluvial do Peru e faz comunicação com outras cidades da selva através do Rio Amazonas, como Letícia na Colômbia e Manaus e Belém, no Brasil. Iquitos é considerada uma das cidades mais exóticas da América do Sul e propicia inúmeras atrações como zoológicos, reservas e locais turísticos. Entre aqueles que você não pode perder estão a Igreja Matriz de Iquitos, a única igreja gótica peruana, a Casa de Fierro ou Casa Eiffe, o Hotel Palace, a Casa de Barro e o Museu Amazônico.



Aguas Calientes

Aguas Calientes não possui qualquer atrativo turístico, mas todos os que querem subir a grande montanha para chegar a Machu Picchu tem que passar por lá. É que este pequeno povoado é simplesmente o portão de entrada para adentrar as ruínas de Machu Picchu, não importando como se tenha chegado até ali, de trem ou a pé, através de uma das trilhas incas. Com uma quantidade imensa de pequenas lojas de souvenirs e pousadas, Aguas Calientes possui pouco mais de 1.600 habitantes, sobrevivendo, hoje, exclusivamente da exploração de turistas no local.



Trujillo

Trujillo é a maior cidade do litoral norte do Peru e possui uma história longa que remonta as culturas chimu e mochica na região. É considerada a "Capital da Cultura do Peru" porque ali foram formados grandes pensadores e escritores como César Vallejo e Víctor Raúl Haya de la Torre. Algumas tradições importantes fazem de Trujillo uma referência cultural, tais como a dança marinera, os barcos conhecidos como caballitos de totora e a gastronomia. Os sítios arqueológicos pré-incaicos da região possuem valor histórico inestimável.



Puno

Puno é considerada a capital folclórica do Peru e está localizada no extremo sul do país e bem às margens do lago Titicaca, a uma altura que varia entre 3.600 e 3.800 metros de altitude, o que a torna um local frio, com temperaturas chegando a zero, mesmo nos meses de verão. A maior atração de Puno é o famoso lago Titicaca, o maior lago navegável em todo o mundo, que está na divisa entre Peru e Bolívia. Prepare-se para visitar as intrigantes ilhas Uro, que ficam a apenas 30 minutos de barco de Puno, e que na realidade não são exatamente ilhas, mas camadas justapostas de juncos, que faz com que toda a área se torne flutuante. E uma ilha real, Taquille, habitada originalmente pela cultura Pukara, que desenvolveu as primeiras terrazas adequadas para o plantio.





CALENDÁRIO DE FESTAS E EVENTOS

FevereiroFesta da Virgem da Candelária (Puno)
MaioFesta da Virgem de Chapi (Arequipa)
JunhoFesta do Sol
OutubroFesta do Senhor dos Milagres (Lima)